terça-feira, 6 de novembro de 2012

Desperdício de ecrã de 40 polegadas

O puto não dorme, pronto! Ele até gostava de passar pelas brasas, mas apanhou a consciência de que o tempo passado em sono é um desperdício para o seu divertimento e, por conseguinte, há que aguentar ao máximo os prazeres da vida, como mandar-se para um pula-pula cheio de ar, montar o "Rocha", o seu fiel cavalinho de brincar ou simplesmente espalhar peças dum puzzle qualquer pelas divisões da casa.
Esta forma de comportamento lixa-me os planos para as noites de cinema que tenho planeadas para mim, porque a Melissa, que está numa fase em que não quer cansar, sabe-se lá porquê, o cérebro (falarei da minha teoria do cérebro atrofiado noutro post), não quer ver nada a não ser programas parvos do TLC.
Ora o acto nobre de ver um filme pode tornar-se, no meu lar, uma autêntica batalha. Ora porque o puto se atira para cima de mim impedindo-me de seguir a acção ou porque a mãe reclama menos intectualidade na sala.
O filme de Ficção Ciêntifica Moon, que não tem mais de 100 minutos, demorei 5 dias a vê-lo.
Assim ainda vou morrer estúpido. É que já não vou para novo!

3 comentários:

  1. Bem, menos intelectualidade que isso não é possível Mel!!

    Hugo, I feel your pain!!

    ResponderEliminar